Acasalamento para melhorar o plantel.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Botão em Curso Acasalamento para melhorar o plantel.

Mensagem por Eduardo Ferreira em Qui 09 Jan 2014, 14:55

GENÉTICA
-
CONSANGUINIDADE UM TABU A SER EXPLICADO
Este é outro dos pontos em que muitas vezes se
erra. Não existe qualquer problema em cruzar irmãos
com irmãos ou filhos com pais desde que se saiba
como fazê
-
lo. Na realidade este é o método mais
rápido e efica
z de fixar uma característica porque a
base genética é semelhante.
Quando se trabalha com consang
uinidade ,
devemos adquirir aves que não possuam parentesco
próximo. isto significa que os exemplares escolhidos ,
nunca poderão ser da mesma linhagem. O
melhor é
adquirir aves de no minimo 2 criadores diferentes.
Fazendo isso, iremos partir para a prole que esse
casal irá produzir que poderá ser cruzada entre si
escolhendo os melhores exemplares (tamanho, porte,
cor).
Desse cruzamento escolhemos de
novo os
melhores exemplares mas agora para cruzar com
uma ave semelhante. Devemos utilizar uma outra ave
, que não possua traços consanquineos. No meu caso
eu sempre adquiria um macho gloster de
conceituados criadores, e que possuiam o melhor
fenótipo da
raça, para acasalamento .Deste modo
quebrava imediatamente a depressão por
consaguinidade nos descendentes F3 deste
cruzamento. Em relação aos meus gloster consequi a
diminuição do tamanho fazendo esse procedimento.
A consanguinidade resulta do acumu
lo de genes

com efeitos negativos, diminuindo o tamanho e vigor
das aves. No meu caso utilizei esse procedimento
para consequir gloster com tamanho reduzido de 11
cm e fenótipo da raça.Nunca devemos utilizar a
consanquinidade sem ter noções de genética ,po
is ao
utilizarmos tal procedimento, perdermos nuns pontos
para obter uma ave com uma boa característica
específica a partir da qual vamos estabelecer
cruzamentos para recuperar o que foi perdido,
geralmente tamanho e fertilidade.
CONSANGUINIDADE: UM PROBLEMA OU UMA
SOLUÇÃO?
O tema dos acasalamentos consanguíneos foi e
será sempre um tema polêmico e passível de gerar
discussão no mundo da canaricultura. Trata
-
se de um
tema intemporal em que uma
opinião unânime entre
os criadores esta longe de ser uma realidade. Se por
um lado uns abominam tal prática outros olham para
ela como um caminho para chegar ao sucesso.
A minha opinião é que a consanguinidade é uma
arma para chegar ao triunfo
, mas para tal é preciso
saber usá
-
la. por um lado temos a "consanguinidade
directa", em que se utilizam cruzamentos entre pais,
filhos, netos e bisnetos etc, etc, (tabela de felch).
Esta técnica será ideal se partirmos de exemplares
TOP, coisa que por vez
es é difícil, pois estes

normalmente não estão a venda e se estiverem o
preço não será muito animador... neste tipo de
cruzamentos pretende
-
se obter passarinhos com a
qualidade muito próxima desses exemplares TOP.
Alternativa a este método está
o cruzamento
entre "irmanastros", ou seja, se tenho um macho
corona muito bom, junto
-
o com 2 das melhores
fêmeas possíveis, ter em atenção que os defeitos não
se repitam no macho e nas fêmeas e evitar cruzar
glosters com problemas muito graves, pois da me
sma
maneira que se fixam coisas boas, as más também se
fixam... do cruzamento do macho com as duas
fêmeas depois podem
-
se juntar os irmãos entre eles,
existindo consanguinidade mas em menor grau, por
se tratarem de fêmeas de diferente sangue...

dias li num fórum espanhol um criador de
glosters que dizia que a compensação era o inicio de
todos nós quando nos iniciamos na criação de
glosters, onde tentamos compensar os passáros,
"tirar de um lado e meter no outro". Os resultados
acabam por ser
percentagens altas de pássaros
regulares ou maus, e pássaros bons poucos. Digam o
que disserem é assim quando se trabalha em
compensação... esse mesmo criador afirma que o
mesmo se verifica de juntarmos dois glosters TOP,
porque esses top possuem os defeit
os de uma linha e
se tirarmos 10 passarinhos desse casal numa

temporada, se dois forem bons para concurso já não
é mau... quando se começa a trabalhar com
consanguinidade os resultados tendem a equilibrar
-
se
e inclusive aumentam as percentagens de pássaros
bons vs pássaros maus...
A imagem de marca de cada criador é dada pela
consanguinidade, o uso dela é que nos irá permitir
criar a nossa LINHAGEM. A compensação acaba por
ser uma lotaria, não se fixam os caracteres
desejáveis, não se fazem
genotipos e fenotipos
homogeneos, não se cria uma linha própria, e a
percentagem de pássaros bons é muito baixa.
Estas afirmações têm lógica e dão que pensar,
pondo em causa aquilo que muitos pensamos sobre a
compensação na criação de glosters.
Aproveito e deixo uma imagem da tal tabela de
felch.
avatar
Eduardo Ferreira
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 12
Pontos : 18
Idade : 39
CIDADE/CITY : Campinas
ESTADO/PROVÍNCIA : Sao Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Acasalamento para melhorar o plantel.

Mensagem por jonathan santos em Qua 19 Jul 2017, 16:28

que dizer que posso cruzar irmaos do mesmo pai e da mesma mae 
 sem poblema
avatar
jonathan santos
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 3
Pontos : 9
Idade : 32
CIDADE/CITY : Maceio
ESTADO/PROVÍNCIA : AL

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Acasalamento para melhorar o plantel.

Mensagem por DAVI COUTINHO em Qua 19 Jul 2017, 18:59

Boa noite amigos do Universo dos Canários!

A criação em consanguinidade é, e sempre será uma questão controversa, não por preconceito, mas porque está provado que os malefícios quase sempre superam os benefícios. Há pouco tempo estava lendo uma matéria sobre canários harzer roller de um juiz de canários de canto clássico do Chile. O que ficou claro é que no início até pareceu gerar bons resultados, mas com o tempo os canários foram perdendo algumas tours (notas ou pedaços da canção) e eles tiveram que importar canários da Argentina para inserir na linhagem e corrigir os defeitos.

Nas famílias reais da idade média, por questões políticas de sucessão ao trono, muitos membros das famílias reais casavam entre si, gerando muitas vezes filhos de má aparência e saúde frágil, trazendo à tona muitos casos de doenças geneticamente transmissíveis que se encontravam recessivas na família. 

Eu, particularmente, não gosto de trabalhar com criação consangüínea fechada (imbreading); no inicio dá impressão que os exemplares melhoram, mas logo começam a aparecer os problemas, e o primeiro deles é a perda da rusticidade dos exemplares, poucos filhotes por casal, tamanho reduzido e pouca longevidade. E no meu caso que crio canários de canto clássico não há pior sensação do que criar um exemplar de excelentes qualidade (90 pontos) que seja um péssimo reprodutor; ou vê-lo morrer, sem razão aparente, após o primeiro ano de criação.

Por isto sou partidário de um trabalho mais longo, com seleção judiciosa das matrizes, visando produzir filhotes sempre melhores do que os pais num processo crescente, até que com o trabalho de seleção tenhamos um plantel equilibrado com predominância do conjunto de características desejáveis para a raça.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
DAVI COUTINHO
CONSULTOR GERAL
CONSULTOR GERAL


Masculino BRASIL
Mensagens : 1172
Pontos : 1371
Idade : 63
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Acasalamento para melhorar o plantel.

Mensagem por CRIADOURO GOUVEIA em Sab 22 Jul 2017, 09:23

DAVI ATÉ CONCORDO CONTIGO , MAS CREIO QUE SE USARMOS COM PARCIMÔNIA É BENÉFICO . 

AO DETECTARMOS UMA CARACTERÍSTICA QUE DESEJAMOS EM NOSSAS AVES E TRABALHARMOS EM UMA FAMÍLIA FECHADA ATÉ FIXARMOS O MESMO , DEPOIS PODEMOS CORRIGIR A DEFICIÊNCIA TRAZIDA JUNTA COM SANGUE DIFERENTE , UM QUEBRA CABEÇA QUE SE FOR BEM MONTADO CREIO QUE TRAGA RESULTADOS MAS SE O CRIADOR NÃO TIVER PACIÊNCIA CREIO NÃO LEVAR A LUGAR ALGUM


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
CRIADOURO GOUVEIA
CONSULTOR GERAL
CONSULTOR GERAL


Masculino BRASIL
Mensagens : 983
Pontos : 1156
Idade : 38
CLUBE : CCCC / RCSP
CIDADE/CITY : SÃO PAULO
ESTADO/PROVÍNCIA : SÃO PAULO

Ver perfil do usuário http://www.criadourogouveia.no.comunidades.net/ https://www.facebook.com/criadourogouveia.sandro SANDROGOU@HOTMAIL.COM sandrocriadourogouveia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum