Em Defesa da Pureza da Raça

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Botão em Curso Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por Canaril N. S. do Amparo em Qua 19 Mar 2014, 11:11

A dedicação dos criadores ao canário Arlequim Português e uma certa ansiedade em relação à beleza das aves tem conduzido, ao contrário do que seria desejável, a uma dispersão de linhas que saem da pureza original. A irrequieta inventiva tão própria do povo português tem dado origem a uma série de mutações que, se são louváveis pelo que representam de amor ao Arlequim, acabam por pôr em risco todo o trabalho já realizado. São vários os aspectos a considerar:
Em primeiro lugar não podemos deixar de ter em consideração que o Arlequim só foi aprovado há cerca de um ano, dando, por isso, os primeiros passos a nível de Concursos internacionais.

Por outro lado, a própria existência da raça é muito recente se comparada com outras raças. Significa isto que precisa de afirmação e de uma selecção apertada em torno do tipo que foi apresentado para aprovação pela COM, isto é, o pássaro original, sem mutações.
Em terceiro lugar temos de aceitar que Portugal é um País relativamente pequeno, com número limitado de criadores e que a dispersão de classes só vem enfraquecer a tipologia da raça.
Em quarto lugar, as questões levantadas, do ponto de vista legal em torno da aprovação de classes só estão claramente definidas a nível da COM, encontrando-se discrepâncias importantes no comportamento dos vários países quanto à aprovação de classes dentro dos canários de Porte, nomeadamente em relação à cor.

Acresce que a afirmação do Arlequim como raça bem definida, com todos os criadores empenhados em manter a pureza da raça aconselha a bom senso e uniformidade, pois é na união que reside a força.
Além destas razões, corre-se um risco quase insustentável ao abrir as portas a mutações: o número de cores nos canários é hoje quase ilimitado, acima de 100; se hoje se abrir ao castanho, ao opal, ao ágata, amanhã será ao topázio, ao ónix, ao satiné, ao feo, ao asa cinza ou outras cores que surjam. Onde estão, em Portugal, criadores que se dediquem, a sério, a tanta variedade?  

Por último, deve ser referido que já aconteceu que a falta de precisão e definição segura de princípios levou a COM a anular uma raça que já estava aprovada e que, portanto, há que ter toda a prudência nas nossas decisões para que não venha a acontecer o mesmo ao Arlequim.
É certo que existem aves mutantes, sejam castanhas, ágatas ou opal muito belas mas a prudência aconselha a consolidarmos o Arlequim na sua pureza, pelo menos durante uma década. Depois deste trabalho realizado poderá rever-se o standard já com outros fundamentos.
Vamos, por isso, concentrar a nossa atenção no trabalho.




Prof. Dr. Armando Moreno
(Presidente Honorário do C.C.A.P.)
avatar
Canaril N. S. do Amparo
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 71
Pontos : 85
Idade : 73
CIDADE/CITY : Guarulhos
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário http://arlequim-portugues.webnode.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por CRIADOURO GOUVEIA em Qua 19 Mar 2014, 20:35

O ARLEQUIM POR SI SÓ JÁ É MUITO LINDO , CREIO NÃO PRECISAR DE DILUIÇÕES ...

MAS O SER HUMANO É UM SER QUE NUNCA SE CONTENTA COM NADA , ESTÁ SEMPRE A PROCURAR NOVIDADES E FATALMENTE SURGIRÃO MUTAÇÕES FIXADAS NESSA RAÇA , ASSIM COMO EM TANTAS OUTRAS . PORÉM, PORTUGAL QUE É O DETENTOR DO STANDART DA MESMA , DEVE ZELAR PELA PUREZA E PELA BUSCA DA EXCELÊNCIA DE ACORDO COM O PADRÃO PRECONIZADO . HÃO DE HAVER VARIAÇÕES , MAS ESSAS SERÃO VETADAS EM CONCURSO E CRIADORES SÉRIOS QUE VISAM A EVOLUÇÃO DA RAÇA TERÃO QUE SEGUIR A RISCA O QUE PEDE O STANDART DA RAÇA ....


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
CRIADOURO GOUVEIA
CONSULTOR GERAL
CONSULTOR GERAL


Masculino BRASIL
Mensagens : 1009
Pontos : 1188
Idade : 39
CLUBE : CCCC / RCSP
CIDADE/CITY : SÃO PAULO
ESTADO/PROVÍNCIA : SÃO PAULO

Ver perfil do usuário http://www.criadourogouveia.no.comunidades.net/ https://www.facebook.com/criadourogouveia.sandro SANDROGOU@HOTMAIL.COM sandrocriadourogouveia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por GARUTTI em Sab 22 Mar 2014, 12:00

PERFEITAMENTE MEU AMIGOS SANDRO E SR: MANUEL A PUREZA DA RAÇA É ISSO QUE PRECISAMOS E VAMOS OBTER.
avatar
GARUTTI
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 86
Pontos : 93
Idade : 49
CLUBE : (SORB) SOCIEDADE ORNITOLOGICA DA REGIÃO DE BEBEDOURO ...SIGLA KC Nº 440
CIDADE/CITY : ITAJOBI
ESTADO/PROVÍNCIA : SP

Ver perfil do usuário http://www.criadourogarutti.com.br https://www.facebook.com/criadourogarutti https://twitter.com/--------------- https://pinterest.com/----------------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por Canaril N. S. do Amparo em Sab 22 Mar 2014, 13:32

Garutti
penso que sera um pouco dificil isto acontecer aqui no Brasil; pelo que sei e tenho acompanhado em conversas com outros colegas esta proliferando muito arlequim portuiguês  generico pôis esta começando uma nova industria que eu e os colegas portugues denominamos de ""fazedores  de arlecrim português"" tal è a ganancia em obter valores elevados com esta raça que começa a desflorar deste lado do atlantico...
avatar
Canaril N. S. do Amparo
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 71
Pontos : 85
Idade : 73
CIDADE/CITY : Guarulhos
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário http://arlequim-portugues.webnode.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por GARUTTI em Sab 22 Mar 2014, 19:21

CONCORDO COM O SR: MANUEL.................VAI SER MUITO DIFICIL REALMENTE.
avatar
GARUTTI
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 86
Pontos : 93
Idade : 49
CLUBE : (SORB) SOCIEDADE ORNITOLOGICA DA REGIÃO DE BEBEDOURO ...SIGLA KC Nº 440
CIDADE/CITY : ITAJOBI
ESTADO/PROVÍNCIA : SP

Ver perfil do usuário http://www.criadourogarutti.com.br https://www.facebook.com/criadourogarutti https://twitter.com/--------------- https://pinterest.com/----------------

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por portugues em Seg 24 Mar 2014, 08:50

Bom dia aos colegas!
 
Como já foi dito pelo Amigo Manuel "fazedores de arlecrim português" tenho conhecimento que muito dos colegas do fórum já viram em exposições o suposto pássaro lusitano em terras Brasileiras que se observado com detalhe se parece com um canario pintado que foi ministrado cataxantina para o mesmo.
Eu acho que temos boas pessoas e pessoas com intenção de lucrar com isso em todos os meios, na Canaricultura temos que ajudar a limpar ou varrer estas pessoas ou melhor dizendo orientar os novos criadores para não cair nas mãos deste desonestos que temos.
Um abraço a todos.
avatar
portugues
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 69
Pontos : 77
Idade : 46
CLUBE : DIRETOR DA ASAP
CIDADE/CITY : Meier - Rio de Janeiro
ESTADO/PROVÍNCIA : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/marceloribeiro@tappi.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por Canaril N. S. do Amparo em Seg 24 Mar 2014, 22:10

Caro amigo se assim nos dois nos podemos tratar
veja eu nao vendo canarios arlequim portugues para nao lucrar com eles , justo para depois estes fazerdores nao ficarem a inventar e misturar as raças mas foco louco da vida quando diretores da FOB os fazem e os vendem ora a FOB no meu pensamento devia cuibir tal coisa posso afirmar com franquesa apesar dos meus poucos conhecimentos que tenho do Standard da raça que o canario classificado em primeiro lugar o ano passado no brasileirao nao era um arlequim puro pois o peito dele dexava muito a desejar e isto me leva a criar os arlequins puros e nao os levar a concurso para quê? se os juizes da FOB nem conhecem o Standard da raça ha sim canarios puros aqui em São Paulo e irmãos dos meus pelo menos de sangue pois vieram do mesmo criador que vieram os meus

Canaril N.S. do Amparo
avatar
Canaril N. S. do Amparo
Membro
Membro


Masculino BRASIL
Mensagens : 71
Pontos : 85
Idade : 73
CIDADE/CITY : Guarulhos
ESTADO/PROVÍNCIA : São Paulo

Ver perfil do usuário http://arlequim-portugues.webnode.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por MauricioJr em Sex 20 Mar 2015, 15:04

Tambem defendo manter a pureza da raca, seja de qual canario for.
Algumas pessoas sao especialistas e jogar decadas de trabalho seletivo no lixo.
O Arlequim Portugues e um Canario lindo e merece mais respeito.
Em relecao a canarios de canto, sou absolutamente contra o uso de CDs e/ou material digital usados para encartar o canto.
Outra raca de canario que merece mais cuidado e o Yorkshire...

Tem pessoas que gostam de enganar, enquanto outras gostam de ser enganadas. E ainda existe uma outra pessoa que gosta de se AUTO enganar.


Diga Nao a falsificacao do Arlequim Portugues!!!
Diga Nao a falsificacao do Canario de Canto!!!
Diga Nao a falsificacao do Canario Yorkshire!!!



Ou seja: Diga nao as drogas!!!


>>>
avatar
MauricioJr
Membro do Fórum
Membro do Fórum


Masculino USA
Mensagens : 249
Pontos : 291
Idade : 49
CLUBE : Floreos Y Compuestas
CIDADE/CITY : Philadelphia
ESTADO/PROVÍNCIA : PA - USA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Em defesa da pureza da raça.

Mensagem por DAVI COUTINHO em Sex 20 Mar 2015, 19:04

Boa tarde amigos do Universo dos Canários!

Está aí um aspecto da canaricultura que deve ser abordado com a máxima seriedade. Todavia no caso do serinus canarius é importante inclusive uma definição clara e inequívoca de raça. 
Como base racional para esta tese, vou relacionar aqui duas definições de raça: Raça é o conjunto de indivíduos que conservam, por disposições hereditárias, caracteres semelhantes provenientes de um tronco comum. 
Esta definição aplica-se perfeitamente aos canários de cor e porte, que a partir da definição de um padrão fixo, aceito como ideal, estabelecido e homologado por convenção, não se altera significativamente em função de comportamento. Exceto nos de porte, que tem avaliação de postura na mesa de julgamento.

Neste caso trabalhamos com fenótipos exteriorizados por um conjunto de genes capazes de produzir em torno de 1800 combinações diferentes de forma ascendente e descendente em relação ao canário ancestral, daí a necessidade cuidadosa da seleção, para que a raça não fuja do padrão.
Por isto os criadores mais criteriosos trabalham com linhagens ou famílias e através de acasalamentos judiciosos vão descartando os indivíduos, que devido a imprevisibilidade da genética, divergem do padrão estabelecido, mesmo sendo descendente de um casal de raça pura.

Esta definição de raça torna-se incompleta quando pretendemos aplicá-la aos canários de canto clássico, porque nestas raças o que chamamos de fenótipo não pode ser visto, mas ouvido, e a combinação de sons que estabelecem o padrão canoro pode ser influenciada, entre outras coisas, pelo temperamento do indivíduo, dando origem a um canto totalmente fora do padrão da raça, ou até a ausência do canto na mesa de julgamento.

Outra definição de raça: É o conjunto de indivíduos procedentes de um tronco comum, com as mesmas características biológicas e psicológicas. Esta definição cabe melhor nos canários de canto, visto que, o canto dos pássaros está relacionado com fatores psicológicos e comportamentais, pois eles usam o canto para comunicação, acorte, demarcação de território e recreação.

A partir destes pressupostos o criador de canários de canto deve trabalhar com a pureza da raça, sem descuidar da seleção dos casais pelo temperamento de cada um, considerando a forma como os machos executam o canto recreativo como parâmetro de seleção canora, porque este é o padrão de canto que interessa na hora do julgamento. As demais formas de manifestação canora devem ser observadas para determinar o temperamento do pássaro.

Quanto as fêmeas a dificuldade é ainda maior, porque elas não cantam, e a única forma visível de seleção é o temperamento, observado pelo seu comportamento junto ao grupo, a qualidade canora que elas possam transmitir só pode ser deduzida a partir da qualidade de seu pai e irmãos; Mesmo assim a confirmação de sua qualidade virá somente depois de analisar o percentual de bons cantores descendentes de cada acasalamento com machos de qualidade comprovada.

Por isto, além da pureza racial é importante dominar minimamente estes parâmetros, para seguir com a seleção e melhoria de uma raça de forma progressiva, sem momentos de retrocesso genético em direção as características latentes do canário ancestral.
>>>>>


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]Antes de iniciar um tópico ou começar sua participação em nosso fórum, pedimos que leia:
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Veja os [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Como Postar[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.];
 
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
 

avatar
DAVI COUTINHO
CONSULTOR GERAL
CONSULTOR GERAL


Masculino BRASIL
Mensagens : 1183
Pontos : 1382
Idade : 63
CIDADE/CITY : São Paulo
ESTADO/PROVÍNCIA : SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Botão em Curso Re: Em Defesa da Pureza da Raça

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum